Blog

Meus maravilhosos – Léo Lana

Continuando na onda da família musical, é hora de falar do meu irmão. Apesar de ter uma idade aproximada ao papai Clayton Neri, desde os primórdios Leozin é um irmão pra mim e pra minha família.

Ele é professor. Licenciado em educação musical escolar pela UEMG. Tipo de profissional que faz a diferença na vida dos jovens com os quais lida diariamente. Daqueles professores FODAS, que a gente lembra o resto da vida. Baterista e percussionista, backing vocal quando a gente pede, compositor tímido. Gente boa até não poder mais.

Tudo começou quando inventei que queria fazer um show com percussão e violões, mas não conhecia ninguém da cena musical, até porque tinha acabado de dar os primeiros passos nela. Claytin foi e disse: “tenho um amigo que deve topar, acho que você vai gostar dele”. Aí apareceu o cara de dread. E fez esse show, e o seguinte, e o seguinte…

LeoLana
No show Em Canto, que fiz com as amigas Isabella Bretz e Izabela Linke

Quando a gente ensaia aqui em casa, como boa mineira que sou, coloco a mesa de café cheia dos trem gostoso, e por lá a gente fica um tempão, antes ou depois do ensaio. Lembro que foi numa dessas sentadas com pão de queijo que minha família passou a amar Leozin. E com razão.

Léo é um homem generoso, que tem um coração gigante, que é fácil de lidar e muito bom de papo. Engraçado e alto astral. Um cara extremamente inteligente, com muitas experiências, com quem já passei horas filosofando sobre a vida, sobre as dores do mundo, sobre como cada um veio aqui pra fazer o bem. A gente acredita piamente nisso, mesmo.

leo-lana-show-chico-amaral-e-flavia-ellen
No Caixa Acústica, projeto em que tocamos com Chico Amaral

Eu me orgulho muito de poder falar que ele é meu amigo e que ele se preocupa com o outro, qualquer que seja. Olhar pra fora é uma qualidade em falta hoje em dia, e eu tenho sorte de estar perto de pessoas como ele. É um cara sensacional, que escuta, que aconselha. Um cara que é difícil ver triste porque dói na gente também.

E na boa: ele gosta de axé e dança forró. É demais pro meu coração! <3

Axé e amor pra você, pretin.

Comments

comments