Ir para o site

Boas festas!

2016 intenso. 2017 tende a ser mais. Segura, peão!

2016 foi um ano bem intenso, né, mores? Para o bem, para o mal, para o mediano. Um ano arrebatador, controverso, mas a gente segue firme. “É preciso ter força, é preciso ter raça, é preciso ter gana sempre”, já dizia o mito. Para nós, foi um ano bastante produtivo, de muito trabalho, de novos projetos. Abrimos e nos foram abertas muitas portas. Pessoalmente, tive (re)encontros lindos, que muito me engrandeceram enquanto pessoa e artista. E por esses encontros, serei eternamente grata. É preciso agradecer sempre por cada momento: são oportunidades de crescimento pessoal que devemos aproveitar ao máximo.

Gratidão, em ordem cronológica, ao Clube Atlético Mineiro, que me trouxe a Grupa: mulheres incríveis, atleticanas, amáveis, que me fazem pensar diariamente na nossa condição de mulher numa sociedade machista, na nossa luta por um mundo mais igualitário.

Gratidão à Amorina, Bia Nogueira e Deh Mussulini. Juntas, fizemos da nossa arte o nosso refúgio, a nossa luta. Juntas, criamos o Coletivo Mulheres Criando, que promove a composição feminina. Também é a luta por um mundo mais igualitário, por meio da música. Nossa Mostra Mulheres Criando e nosso Sonora – Ciclo Internacional de Compositoras – demonstram isso.

flavia_ellen_2016

Gratidão a todos os artistas que estiveram conosco esse ano, contribuindo para que nosso trabalho fosse mais bonito. Agradeço, em especial, Chico Amaral, com quem fizemos dois shows lindos, e às mulheres que fazem parte do “Canta comigo?”. Gratidão também aos artistas que me inspiram, famosos ou não, brasileiros ou não. A arte alcança pessoas ao redor do mundo com esse objetivo. Ou você não acha que somos sortudos de estarmos vivendo no mesmo tempo que Beyoncé? 😉

Gratidão à equipe mais incrível do mundo, que sonha junto comigo. Minha banda maravilhosa (Claytin, Leozin, Lalá e Dan), La Otra (em especial Nathy Faria), nossa produtora Camila França, Hope Produtora (Paulinho Almeida e Samuel Elom) e os demais profissionais que se juntaram a nós por amor (fotógrafos, videomakers, apoiadores dos nossos projetos, mostras e festivais).

Por fim, mas não menos importante, gratidão a vocês. Amigos, familiares, fomentadores e apoiadores do nosso trabalho. É tudo feito para vocês e por vocês. Não existe artista sem público.

Obrigada, gente. De coração. Eu desejo que tenham aproveitado ao máximo esse ano que passou. Que tenham aprendido muito com ele. Apesar de alguns momentos nos terem feito acreditar que não há esperança, ela existe sim. Ela está dentro de nós. Se todo mundo despertar seu lado Galo Doido, o mundo tem jeito. Eu acredito.

Desejo um Feliz Natal e um ótimo novo ano. Boas festas! Amem muito, comam e bebam com moderação, abracem sem medida aqueles que vocês amam. A vida é muito rara, já diria outro mito.

Com o maior amor do mundo, que cresce a cada dia por cada pessoa nesse universo,

Flávia Ellen.

Arabesco

Faça o download do EP "Flávia Ellen" e do single "Filme de Amor"!
Download